Vitralizado

HQ / Matérias

“Arregaram em prol de argumentos acefálicos de pessoas com níveis intelectuais baixíssimos, cederam à opressão”, diz Gidalti Jr sobre a censura à capa de Castanha do Pará

Eu escrevi para o jornal O Globo sobre a censura da obra do quadrinista Gidalti Jr. em uma exposição de quadrinhos realizada no Parque Shopping de Belém. A arte censurada pelos organizadores da mostra estampa a capa de Castanha do Pará, primeira HQ do autor e obra vencedora do prêmio Jabuti na categoria Histórias em Quadrinhos em 2017, a arte apresenta o protagonista do álbum sendo perseguido por um policial com o cassetete em riste durante uma perseguição no Mercado Ver-o-Peso.

Conversei com Gidalti Jr, com o curador da exposição e com os assessores do shopping – que se limitaram a confirmar a continuidade da exposição até o dia 30 de abril. Você confere a minha matéria clicando aqui. A seguir, aspas do artista vítima da censura:

“Eu não sei se partiu da curadoria da exposição ou do shopping, mas os responsáveis arregaram. A arte é perfeitamente aceitável em um espaço público, mas mesmo que fosse provocativa, essa decisão seria obscurantista. Arregaram em prol de argumentos acefálicos de pessoas com níveis intelectuais baixíssimos, cederam à opressão”, Gidalti Jr sobre a censura à arte da capa de Castanha do Pará.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: