Vitralizado

Cinema / HQ / Séries

## Retrospectiva Vitralizado 2015 ##

Oi.

Cara, então é isso, né? Acho que já dá pra começar um balanço de 2015 por aqui. O Vitralizado completou três anos de existência em outubro e a data me fez pensar um monte sobre o rumo que o blog tomou. Com o fim do saudoso OEsquema em maio, o site acabou ganhando casa própria e logo depois um tapa no visual. Mesmo assim, as grandes transformações nem foram estéticas, mas mais relacionadas ao conteúdo. Dei continuidade a um esforço iniciado em 2014 de trazer cada vez mais conteúdo exclusivo pra cá, mesmo que isso resultasse em menos posts. Ainda publico todos os extras dos ‘trabalhos-que-pagam-as-contas‘, mas sempre intercalando com material que você só vai encontrar no blog.

Entrevistei a vencedora do prêmio Eisner de Melhor Graphic Novel 2015, Mariko Tamaki, na semana em que ela levou o troféu pra casa. Também conversei com a vencedora do Eisner em 2013, Rutu Modan, assim que A Propriedade ganhou uma edição em português. De fora ainda bati um papo com Liniers, Scott McCloud, Jeffrey Brown, Paul Gravett, Antoin Ozanan e Andy Poyiadgi. De quadrinistas brasileiros entrevistei Wagner Willian, Pedro Cobiaco, L.M. Melite, Mike Deodato, Thiago Souto, o pessoal do Guia Culinário do Falido, Felipe Nunes, Marco Oliveira, Shiko, Felipe Portugal, Diego Sanchez, Lelis, Bruno Maron, Diego Gerlach, Luciano Salles, Murilo Martins, Artur Fujita, Rafael Coutinho, Luiz Berger e Breno Ferreira. Ainda inventei algumas modas que curti muito, como a contribuição de algumas mulheres no projeto #AgoraÉQueSãoElas e três making-ofs que ficaram ainda mais legais que a encomenda. E ainda teve um monte de matéria. Ufa.

Não tinha nada disso nos planos quando o ano começou e mesmo assim não falei nem com metade das pessoas com quem gostaria de ter conversado. No início do ano, por questões de trabalho, meu plano era ter uma outra entrevista, só de vez em quando, como sempre aconteceu. As coisas fugiram um pouco de controle. Não prometo nada pra 2016, seguirei com um post atrás do outro, vendo o que rola. Até lá, você fica em breve com uma retrospectiva de 2015, lembrando em textos curtos de uns fatos marcantes e de algumas boas obras lançadas nos últimos 12 meses, entre filmes, séries e quadrinhos. Papo rápido, só pra registrar algumas coisas que não queria deixar passar.

Inté!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: