Vitralizado

Cinema

Indomável Sonhadora

Escrevi pro Divirta-se sobre a estreia de Indomável Sonhadora, o último dos candidatos a melhor filme do Oscar 2013 a entrar em cartaz por aqui.

A história de Indomável Sonhadora se passa no sul do estado americano da Louisiana, uma região próxima ao Golfo do México, que está na rota de um furacão. Os habitantes da comunidade, conhecida como A Banheira, insistem em não deixar o local apesar do risco de serem levados pela água durante a tempestade. Lá, em condições de pobreza extrema, moram Hushpuppy, de 6 anos, e seu pai, Wink.

Apesar da pouca idade, Hushpuppy tem grandes preocupações: o furacão a caminho, o pai doente, a comida escassa. Sem contar a falta da mãe, que abandonou a família. Na cabeça da garotinha, o deslocamento das peças que compõem o seu cotidiano poderá fazer todo o universo entrar em colapso. Seus medos se materializam no despertar de criaturas pré-históricas conhecidas como auroques – devoradoras de crianças, segundo sua professora.

O apelo fantástico e a história contada sob a perspectiva infantil aproximam o filme de outros protagonizados por crianças e que dialogam com os temores do mundo adulto – como ‘Onde Vivem os Monstros’ (2009) – e das animações do diretor japonês Hayao Miyazaki (‘A Viagem de Chihiro’, 2001, e ‘O Castelo Animado’, 2004).

A impressionante Hushpuppy de Quvenzhané Wallis dá proporções épicas ao filme, que marca a estreia na direção de longas-metragens do cineasta Benh Zeitlin, de 30 anos. Intercalando momentos de serenidade e fúria com a mesma intensidade, ‘Indomável Sonhadora’ é a pérola independente da temporada 2012/2013 do cinema americano. Parcialmente financiado via crowdfunding (doações pequenas realizadas pela internet), seu custo total foi de menos de US$ 2 milhões. O elenco é quase inteiramente composto por não-atores e a protagonista – brilhante – tinha apenas cinco anos no início das filmagens. E sua estreia ainda marca um feito: coloca em cartaz nas salas paulistanas todos os nove indicados ao Oscar de melhor filme. ‘Indomável’ concorre ainda nas categorias de diretor, atriz (Quvenzhané) e roteiro adaptado.

0 comentários Indomável Sonhadora

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: