Vitralizado

Posts com a tag Liniers

HQ

Trump, por Liniers

Certeza que alguém já fez alguma tira/charge/ilustração do tipo, com o Trump cagando pela boca, mas o conceito fica ainda melhor no traço do Liniers. Fica o registro, pelo prazer de sempre ter um Liniers por aqui e também pela sempre oportuna chance de avacalhar o cuzão do Trump.

HQ

A cocoon over there!, por Liniers

O quadrinista argentino Liniers produziu uma HQ pra edição de hoje do New York Times. O quarinho é assinado por ele e por sua filha do meio, Clementina Siri, ganhou o título A cocoon over there! e narra uma conversa entre o autor e a garotinha sobre o primeiro ano dela em uma escola os Estados Unidos. Linda a HQ. Aliás, são sempre muito bonitos os trabalhos do Liniers protagonizados pelas filhas dele. Acho Los sábados son como un gran globo rojo uma das grandes obras dele e uma pena que ainda não tenha saído em português.

HQ

Barman vs. Superman, por Liniers

O Liniers de hoje. Ninguém sonha tanto com esse crossover quanto o corretor automático do meu Whatsapp. Toda vez que vou reclamar sobre a porcaria filmada pelo Zack Snyder com alguns amigos, Batman vira Barman e em alguma realidade paralela o filme em cartaz é esse aqui em cima.

HQ

As quatro capas de Macanudo #12

O Liniers divulgou via Instagram as quatro capas da 12ª coletânea de Macanudo. A primeira leva de impressões de cada antologia das tiras diárias do quadrinista sempre oferece algo diferente na capa – sejam artes exclusivas ou impressões em formatos pouco usuais. Dessa vez ele convidou a artista Luisa Freixas pra criar quatro capas distintas para esse novo volume. A obra chega às livrarias argentinas dia 14 de abril, mas já está em pré-venda lá no site da Editorial Común – com a promessa de algumas cópias aleatórias serem enviadas autografadas.

Macanudo12Azul

HQ

Liniers na capa da edição de aniversário de 91 anos da New Yorker

O quadrinista argentino Liniers é o responsável pela capa da edição de aniversário de 91 anos da New Yorker. Segundo o artista lá no site da revista, ele estava preocupado que tivesse esgotada a ideia de interpretar mais uma vez a imagem da primeira edição da publicação. “Então percebi que a praga do manspreading está cada vez mais constante”, explica o autor. Os editores da revista também produziram um vídeo com todas as capas já protagonizadas até hoje por seu mascote. Ó:

Valeu pelo link, Thiago!

HQ

## Retrospectiva Vitralizado 2015: Liniers e Macanudismo em São Paulo ##

A exposição Macanudismo chegou a São Paulo em 2015 após ter passado por Rio de Janeiro, Recife e Brasília. A vinda tardia para a capital paulista não diminuiu em nada o peso do evento. Há poucos quadrinistas com um discurso tão universal quanto Liniers. Ver reunidos alguns de seus originais e muitos de seus trabalhos menos conhecidos torna ainda mais impressionante a produção do artista. Conversei com Liniers às vésperas do início da mostra, fiz algumas fotos e comentários sobre a exposição e relatei por aqui como foi a abertura da exposição. Claro, o Liniers saiu da bolha e hoje vai muito além do nicho usual de leitores de quadrinhos, MAS Macanudismo é um tremendo exemplo a ser seguido em relação às muitas possibilidades de expor, refletir e divulgar títulos e autores de HQs.

LiniersPanorama2

HQ

“Hola Roma”: os conselhos de Liniers para sua afilhada recém-nascida

O título do post é autoexplicativo: afilhada do Liniers, Roma nasceu no início de dezembro. O quadrinista argentino ainda não teve a oportunidade de conhecer o bebê, mas produziu uma série nos últimos dias com alguns conselhos que a garotinha deve levar por toda a vida. Lindo demais. Após publicar as tiras na semana passada, ele reuniu tudo nesse painelzão aqui em cima e reproduziu no Facebook junto com o texto seguir:

“Cuando era chico mi abuelo (que tambien era mi padrino) me dio una carta con algunos consejos para la vida que perdí allá lejos, en el bosque de la infancia. No recuerdo nada de lo que decía. Una lástima.

Hace un poco más de un mes, nació en San Francisco mi ahijada, Roma. Como todavía no pude ir a conocerla decidí escribirle una carta que publiqué en Macanudo. Mi regalo de navidad para ella. Esperemos que no se pierda. Saludos y felices fiestas.”

Tradução:

“Quando era pequeno, meu avô (que também era meu padrinho) me deu uma carta com alguns conselhos para a vida que acabei perdendo lá atrás, nos bosques da infância. Não lembro de nada que dizia. Uma pena.

Faz pouco mais de um mês, nasceu em São Francisco minha afilhada, Roma. Como ainda não pude ir conhecê-la, decidi escrever uma carta que publiquei em Macnudo. É meu presente de Natal para ela. Espero que ela não perca. Saudações e boas festas.”