Vitralizado

Posts com a tag Laerte

HQ

A capa da primeira edição da Baiacu

Você provavelmente já esbarrou com a capa da primeira edição da Baiacu por aí. Compartilho pra também ter o registro aqui no blog. É provavelmente o projeto editorial mais promissor dos quadrinhos brasileiros em 2017 e desde sua concepção uma publicação histórica por envolver a dupla Angeli e Laerte com alguns dos talentos mais vanguardistas das HQs nacionais. Aguardo ansiosamente por essa edição, prevista pra novembro. Arte da capa assinada pelo Zed Nesti.

HQ

## Retrospectiva Vitralizado 2016 ## Deusa e Século XXI, por Laerte

No início de 2016 a quadrinista Laerte publicou dois épicos em suas tiras diárias na Ilustrada. Primeiro ela narrou na Folha de São Paulo sua retrospectiva para o Século XXI. Depois foi a vez dos 24 capítulos da série Deusa. Já disse mais de uma vez por aqui: é um tremendo privilégio podermos acompanhar ao vivo o que talvez seja a fase mais inspirada de uma das maiores mentes dos quadrinhos de todos os tempos.

HQ

## Retrospectiva Vitralizado 2016 ## Modelo Vivo (Boitempo), por Laerte

Um dos principais méritos de Modelo Vivo está em contrapor fases antigas da quadrinista Laerte, republicando vários trabalhos clássicos de sua autoria, com tiras e ilustrações produzidas mais recentemente, durante seus estudos sobre nús artísticos. O ótimo trabalho de organização e edição de Toninho Mendes resgata obras excelentes do início da carreira da artista e apresenta um recorte de uma das facetas atuais da maior quadrinista brasileira viva.

HQ

## Retrospectiva Vitralizado 2016 ## Olhos de Bicho (Ugra Press), por DW Ribatski e Laerte

Olhos de Bicho nasce de uma ideia do quadrinista DW Ribatski de uma série na qual autores trocam roteiros para que um ilustre o texto do outro. No primeiro número, o idealizador do projeto convidou Laerte para participar. A publicação é um breve reunião de devaneios envolvendo os dois artistas que resulta numa mescla bastante interessante de estilos e traços. A promessa é de uma próxima edição envolvendo Pedro Franz e Diego Gerlach. Promissor, hein?

HQ

DW Ribatski fala sobre a parceria com Laerte em Olhos de Bicho e o futuro da série Fixação por Insetos

Já estamos próximos dos 45 do segundo tempo em 2016, mas o ano ainda guarda algumas boas surpresas para leitores de quadrinhos. Duas delas são de autoria do DW Ribatski. Além da abertura da exposição do Rafael Roncato, sábado (26/11) na Ugra será lançado Olhos de Bicho, parceria do autor com a quadrinista Laerte na qual um ilustra o roteiro do outro. São três histórias curtas, duas com texto de Laerte e uma escrita por seu parceiro no projeto, em uma revista de 32 páginas custando 14 temeres. Segundo Ribatski, a ideia é que a iniciativa (chamada por ele de coleção Troca-Troca) ganhe outros números, com diferentes duplas de autores trabalhando em conjunto – uma possível próxima edição poderá envolver os artistas Pedro Franz e Diego Gerlach.

imagem_fb

O outro trabalho incrível recém-lançado por Ribatski foi o primeiro número de Fixação por Insetos, obra publicada durante a Des.Gráfica como um dos título do selo da feira. Primeiro número de um projeto longo, reúne algumas histórias no formato de conto com histórias sobre relações humanas, sexo e insetos. Com um tremendo preto e branco e belíssimos designs de páginas, é mais um ótimo gibi da leva de 2016. Mandei algumas perguntas por email pro quadrinista e ele falou sobre a produção de Olhos de Bicho, a experiência de ilustrar um texto da Laerte – e ter um roteiro seu desenhado por ela – e o futuro de Fixação por Insetos. Papo massa. Ó:

“O traço da Laerte é muito expressivo então é muito gostoso ver o lápis duro e incerto por baixo de um canetão completamente solto e à vontade”

Como surgiu a ideia do Olhos de Bicho? Você pode contar um pouco como foi a dinâmica entre você e a Laerte durante a produção do quadrinho? Aliás, ela sempre foi a pessoa que você tinha em mente pra dividir as páginas do quadrinho?

Bom, tempo ocioso pra mim é momento de bolar idéias, tento realizar no mundo concreto pelo menos a maioria das que tenho. Essa surgiu no período no hospital esperando meu filho nascer. Pensei, mandei uma mensagem pra Laerte e ela topou, apesar dela ser quem é e representar tanto pra gente, ela continua sendo uma pessoa muito aberta e afim de idéias inusitadas como se fosse um(a) garot(a) começando. Curto muito o lance de trabalhos conjuntos, tanto que essa idéia acabou virando essa coleção Troca-Troca (espera que em breve vem outros encontros, ALERTA SPOILER: se tudo der certo veremos Gerlach desenhando HQ do Pedro Franz e vice-versa). Nos últimos tempos fiz várias parcerias e quero continuar fazendo outras, fiz o Bastião da Justiça com o Góes, a Sirlanney e a LoveLove6 fizeram participações nas minhas HQs no blog da Companhia das Letras, teve aquela HQ que fiz com o Zimbres pro Instituto Moreira Sales

Imagino que sejam meio imprevisíveis os resultados finais de projetos como esses. Você já fez algum balanço do quão distante ou próximo ficou o resultado final de Olhos de Bicho em comparação com o instante que você teve a concepção da ideia?

Completamente! Não sabia que ficaria tão psicodélico! Pois é, a idéia inicial era contar umas historinhas, acho que nos permitirmos alterar algumas questões do roteiro um do outro levou ao ponto que chegamos.

Eu fiz uma entrevista com o Pedro Franz no início do ano em que ele falou sobre como acha interessante trabalhar tendo consciência das limitações/restrições de cada projeto. No Olhos de Bicho, além de um ilustrar o texto do outro, vocês trabalharam dentro de um formato bem pequeno. Como foi pra você essa experiência de trabalhar dentro de formatações tão ‘claustrofóbicas’? Aliás, não muito diferentes do desafio de fazer o Ugrito, certo?

Pois é, eu gosto disso também, não tenho problemas com formatos pequenos, é como o trabalho com pincel, se não dá pra fazer é porquê não cabe no projeto.

Continue reading

HQ

Adágio: a exposição com os nus de Laerte chega a São Paulo no sábado (26/11)

A exposição Adágio do Rafael Roncato com as fotos do ensaio nu protagonizado pela quadrinista Laerte chega a São Paulo no próximo sábado, dia 26 de novembro. As 14 imagens ficarão expostas na loja da Ugra até o dia 10 de dezembro. Já falei sobre a Adágio por aqui quando ela rolou na Galeria Hipotética, em Porto Alegre: a série foi produzida em 2013 e publicada parcialmente no mesmo ano na revista Rolling Stone. O evento também apresenta ilustrações exclusivas feitas por Laerte durante o processo de criação do ensaio.

Fui convidado pra bater um papo com o Roncato no dia da abertura da Adágio lá na Ugra, a partir da 16h. Acompanho os trabalhos do fotógrafo desde os tempos do projeto .nankeen. e tenho certeza que a conversa rende. A rota e as instruções pra abertura do evento tão na página da exposição no Facebook. Vamos? Adiantei com o Roncato alguns dos temas que devemos tratar no sábado em uma troca rápida de emails. Dá uma lida:

adagioroncato

A exposição tá vindo pra São Paulo depois de ter passado um período na Galeria Hipotética. Como foi a experiência em Porto Alegre?

Não poderia ter sido melhor, para falar a verdade. Algumas imagens já haviam rodado individualmente por exposições coletivas – como no 6º Festival de Fotografia de Tiradentes e a 6ª Mostra SP de Fotografia São Paulo, além da publicação chilena Guerrilla – e Porto Alegre acabou virando um teste para o ensaio como um todo por ser a primeira cidade a receber todas as imagens. Eu não sabia o que poderia acontecer, como seria a recepção, se a exposição seria bem visitada ou um fracasso. E no final deu tudo certo. Fiquei muito feliz pelo convite do Fabiano e da Iriz, da Galeria Hipotética, e toda a garra que eles colocaram para montar a exposição da melhor maneira possível, dentro do jeito que eu havia imaginado. Tive a oportunidade de conhecer muita gente bacana, desde fotógrafos até quadrinistas que só conhecia pela internet ou nos livros. Foi uma festa das boas e ainda consegui produzir novos retratos dos quadrinistas de lá para o .nankeen..

Continue reading