Vitralizado

Posts com a tag Indiana Jones

Cinema

Indiana Jones em mapas

Já falei sobre o trabalho do Andrew DeGraff por aqui. Ele pega as histórias, os locais e os personagens dos filmes e transforma em mapas, com os personagens e percursos representados por linhas de diferentes cores. Tinha postado as ilustrações da trilogia clássica de Star Wars. Agora o cara bolou a mesma coisa pra Indiana Jones. Daquelas ideias que dá uma inveja imensa de não ter tido.

Demora quanto tempo pra ele resolver fazer algo do tipo com De Volta pro Futuro? Fico pensando na solução visual pras idas e vindas no tempo.

Destaque / Sem categoria

Aos cuidados de Henry Walton Jones Jr

Dois meses depois da Mcsweeney’s publicar a carta de demissão do professor Indiana Jones, a Universidade de Chicago recebeu um pacote endereçado a Henry Walton Jones, Jr. Mas era uma carta pra valer dessa vez. A história tá lá no tumblr da Universidade. Os responsáveis até procuraram por alguém com o nome, mas resolveram abrir depois de sacarem que a pessoa não existia.

O pacote continha uma réplica do diário de Abner Ravenwood, fotos de Marion Ravenwood e dinheiro falso. E parece que o local que recebeu o pacote era a antiga sede dos departamentos de geografia e geologia da Universidade. Ainda não descobriram os autores da brincadeira, mas se acontecer podiam receber um prêmio pela criatividade.

Cinema

Argo: Affleck Contra-Ataca

Escrevi pro Divirta-se sobre Argo, novo do Ben Affleck. Filmaço.

Os três núcleos que compõem o enredo de Argo são conectados pelo espião norte-americano Tony Mendez, interpretado pelo diretor da produção, o ator Ben Affleck. O drama político, candidato potencial ao Oscar 2013, é ambientado em três lugares distintos: no Irã pós-Revolução Islâmica (1979), na Los Angeles ensolarada e ostensiva da indústria cinematográfica, e na burocrática sede do serviço secreto dos Estados Unidos, a CIA.

O longa é baseado em um livro homônimo, escrito pelo Mendez verdadeiro, que de fato foi espião da CIA e executou a operação filmada por Affleck. A missão foi realizada em 1980 com o aval do então presidente dos EUA, Jimmy Carter. Em seguida à Revolução Islâmica, o espião foi convocado para elaborar um plano de resgate a seis americanos escondidos na embaixada canadense no Irã.

Mendez, então, forja a pré-produção de um filme de ficção científica em território iraniano. Para fugir de Teerã, os refugiados fingem ser pessoas relacionadas às filmagens, como o diretor de fotografia e o roteirista. E, para que a mentira soe real às autoridades iranianas, ele abre uma produtora e organiza uma festa marcando o início das filmagens. Depois, Mendez embarca para a Ásia.

O elenco reunido por Affleck garante transições sutis a cenários extremos. Alan Arkin e John Goodman interpretam figurões hollywoodianos, com falas bem humoradas. “Sua preocupação é o aiatolá? Você não conhece o Sindicato dos Roteiristas”, provoca o personagem de Arkin.

Ode aos filmes produzidos na Hollywood dos anos 70, ‘Argo’ é o terceiro longa dirigido por Affleck e redime algumas escolhas do ator – como os péssimos ‘Contato de Risco’ e ‘Demolidor’, ambos de 2003. Vencedor do Oscar de melhor  roteiro aos 25 anos, por ‘Gênio Indomável’ (1997), Affleck demonstra sua bagagem ao misturar referências de ‘Star Wars’ (1977) e ‘Os Caçadores da Arca Perdida’ (1981) a movimentos de câmera assumidamente copiados de ‘Todos os Homens do Presidente’ (1976). Dramático e cômico na medida certa, ‘Argo’ é dos pontos altos de 2012.