Vitralizado

Posts com a tag Alan Moore

HQ

Um Pequeno Assassinato: confira uma prévia do álbum de Alan Moore e Oscar Zárate publicado pela Pipoca & Nanquim

Tremendo lançamento esse quinto título do pessoal da Pipoca & Nanquim, hein? Depois de Espadas e Bruxas, Cannon, Moby Dick e Beasts of Burden, agora eles vão de Um Pequeno Assassinato, escrito pelo Alan Moore e com desenhos do artista argentino Oscar Zarateque entrevistei por aqui na época do lançamento de A Vida Secreta de Londres, tá lembrado? Um Pequeno Assassinato tem 112 páginas, foi publicado originalmente em 1991 e ganhou o Prêmio Eisner de Melhor Graphic Novel em 1994.

Saca a sinopse enviada pelos editores da Pipoca & Nanquim: “A história de Timothy Hole, um publicitário bem-sucedido que acaba de aceitar o trabalho de sua vida. Contudo, as coisas começam a sair dos trilhos quando ele passa a ser perseguido por uma estranha criança, que o faz se questionar quem realmente é e, principalmente, como afeta as pessoas ao seu redor. Uma história sobre os pequenos homicídios que todos têm de cometer para seguir em frente. Um rastro de mortes de coisas aparentemente insignificantes”.

Voltando ao catálogo da Pipoca & Nanquim, mesmo Espadas e Bruxas não fazendo o meu estilo, acho uma publicação interessante. As três seguintes foram investidas certeiras, principalmente Beasts of Burden, sobre a qual ainda vou escrever mais. Tô curioso para possíveis apostas em HQs nacionais. Enfim, enquanto isso, segue uma prévia de Um Pequeno Assassinato:

007-045_Peq_as_grafica-32 copy

007-045_Peq_as_grafica-36 copy

046-100_Peq_as_grafica-1 copy

046-100_Peq_as_grafica-2 copy

046-100_Peq_as_grafica-14 copy

046-100_Peq_as_grafica-29 copy

046-100_Peq_as_grafica-32 copy

046-100_Peq_as_grafica-44 copy

Um Pequeno Assassinato - Capa

HQ

A edição especial numerada de Jerusalem de Alan Moore produzida pela editora francesa Inculte

Ó, procê colecionador: a editora francesa Inculte produziu uma edição limitada de 200 exemplares de Jerusalem do Alan Moore. O conjunto inclui um box com o rosto do autor britânico ilustrado pelo Charles Burns pra Believer, um bookplate/ex-libris autografado com o rascunho da ilustração do escritor pra capa da edição inglesa e uma bolsa também com a arte do Charles Burns. Tudo isso por 100 euros. E aí, o que acha? Vai investir? Se sim, corre lá no site da Inculte. São só 200 cópias, cara…

JersualemExlibris

JersualemMoore1

JerusalemCapa

HQ

A Vida Secreta de Londres: confira uma prévia da HQ de Alan Moore para a coletânea da Editora Veneta que marca o retorno do autor ao universo do clássico Do Inferno

Há quatro obras assinadas pelo pelo escritor Alan Moore no álbum A Vida Secreta de Londres da Editora Veneta. Além de dois contos e um poema, o livro também apresenta uma HQ que marca o retorno de Moore ao universo do assassino Jack, O Estripador. Dessa vez o autor explora um dos pubs frequentadas pelas vítimas da figura central do clássico Do Inferno. Os desenhos do quadrinho são do argentino Oscar Zárate, também responsável pela organização do álbum.

[post atualizado com uma correção no primeiro parágrafo! anteriormente eu havia informado que o livro reunia dois quadrinhos do Alan Moore, mas são quatro obras: uma HQ, um conto e um poema]

Além das histórias de Moore, as 176 páginas da publicação reunem trabalhos assinados por autores como Neil Gaiman, Dave McKean, Woodrow Phoenix (autor de Autocracia), Tony Grisoni (roteirista de Medo e Delírio em Las Vegas) e Iain Sinclair, considerado um dos nomes mais importantes da literatura britânica contemporânea. Confira a seguir uma prévia de três páginas de Eu Continuo Voltando, assinada por Alan Moore e Oscar Zárate:

moore1

moore2

moore3

vidasecretalondresveneta

HQ

A Vida Secreta de Londres: o próximo álbum da Veneta reúne HQs de Alan Moore, Neil Gaiman e Dave McKean

O pessoal da Veneta divulgou o próximo álbum da editora. A Vida Secreta de Londres é uma coletânea de 176 páginas organizada pelo argentino Oscar Zárate com HQs assinadas por autores como Alan Moore, Neil Gaiman, Dave McKean e outros. Os quadrinhos são todos ambientados em Londres, tratando de lendas e mistérios da capital britânica. O autor de Watchmen, por exemplo, tem duas histórias no livro, uma na qual ele retorna ao universo de Do Inferno, mostando o pub frequentado pelas vítimas de Jack, O Estripador, e outra explorando os arredores do cemitério de Highgate.

Outros nomes interessantes participando da publicação são Woodrow Phoenix (autor de Autocracia), Tony Grisoni (roteirista de Medo e Delírio em Las Vegas) e Iain Sinclair, considerado um dos nomes mais importantes da literatura britânica contemporânea. Promissor, hein?

HQ

Who Watches The Men? Uma HQ sobre a presidência de Donald Trump no estilo de Watchmen

Na entrevista do Alan Moore pra série Comics Britania, o quadrinista inglês disse que Watchmen acabou se tornando uma meditação sobre poder. O pessoal do The Outline usou essa deixa do autor da HQ pra adaptar livremente os primeiros meses da administração Trump em um quadrinho na mesma vibe do clássico da DC Comics. Who Watches The Men? já teve dois capítulos publicados até o momento, um publicado em janeiro e outro que entrou no ar ontem.

Who Watches The Men? #1: Trump Rises mescla a posse de Trump com a descoberta da morte do Comediante e Who Watches The Men? #2: Hillary’s Scape é mashup da história de Hilary Clinton com a partida do Dr. Manhattan para Marte. O roteiro da brincadeira tá por conta de Aaron Edwards, a arte da primeira atualização ficou com Arlen Schumer e a da segunda com Reno Maniquis. Beeem massa, dá uma sacada aqui.

hillarymanhattan2

hillarymanhattan3

HQ

## Retrospectiva Vitralizado 2016 ## A Liga Extraordinária – Dossiê Negro (Devir), por Alan Moore e Kevin O’Neill

Desisti de acompanhar em português o trabalho de Alan Moore e Kevin O’Neill com os personagens da Liga Extraordinária. Ainda assim, recomendo a edição recém-lançada pela Devir de A Liga Extraordinária – Dossiê Negro por ser um dos títulos mais complexos da série e também pela versão repleta de extras do quadrinho. Caso você não tenha lido algum dos títulos anteriores da coleção, volte algumas rodadas e deixe Dossiê Negro para depois, é realmente apenas para os já iniciados na série.