Vitralizado

HQ / Matérias

Tempo e espaço ao mesmo tempo: uma reflexão sobre como os quadrinhos expandem a narrativa sequencial mesmo sem precisar de outras mídias ou da internet

Fui convidado a escrever um artigo sobre histórias em quadrinhos para a 15ª edição da revista Caderno Globo, publicação da Rede Globo com edições temáticas sobre assuntos relevantes para a sociedade e distribuída de graça em universidades, biblioteca e centros de pesquisa. O tema da edição com a minha colaboração foi Narrativas (Des)Construídas.

O meu texto trata dos trabalhos de autores como Rodolphe Töpffer, Chris Ware e Nick Sousanis e da minha crença de que o que há de mais moderno na linguagem dos quadrinhos não diz respeito a experimentações multimídia, a buscas por maior interação com leitores ou a adaptações para outras linguagens. A vanguarda das HQs mundiais tem como foco a essência da narrativa sequencial e a investigação de suas dinâmicas mais fundamentais.

Você lê a íntegra da edição na página da revista e confere o meu texto clicando aqui.

A capa da 15ª edição da revista Caderno Globo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: