Vitralizado

HQ / Matérias

Naoki Urasawa, Osamu Tezuka e as origens do mangá Pluto

Eu escrevi para o UOL uma matéria sobre o lançamento de Pluto no Brasil. O mangá assinado pelo quadrinista Naoki Urasawa foi aclamado e premiado em vários países, inclusive com o Prêmio Intergeracional, dedicado a publicações para todas as idades, do tradicional Festival Internacional de Quadrinhos de Angoulême, na França, em 2011. O gibi é uma adaptação de O Maior Robô da Terra, arco de histórias do clássico Astro Boy, obra-prima do maior autor de quadrinhos japoneses de todos os tempos, o mangaká Osamu Tezuka (1928-1989).

Procurei algumas entrevistas com Urasawa e críticas sobre o quadrinho pra escrever o meu texto e gosto muito de uma frase sobre a obra que encontrei numa lista da Rolling Stone norte-americana dedicada a 50 HQs não protagonizadas por super-heróis. Ó que massa: “A obra não faz para o trabalho de Tezuka o que a versão de Jimi Hendrix para a canção ‘All Along the Watchtower’ fez para a música do Bob Dylan, mas é quase isso”. Minha matéria você lê aqui e o mangá, publicado pela Panini, você ainda acha fácil nas bancas.

PS: Aproveito o post pra encerrar as atividades do blog em 2017! Provavelmente retomo as atividades a partir da segunda semana de janeiro. Até lá!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: