Vitralizado

HQ

Free Comic Book Day 2014

FreeComicBookDay2014

As lojas de quadrinhos dos Estados Unidos e do Reino Unido fazem do primeiro sábado de maio de todo ano o Free Comic Book Day. Já tinha participado do evento em 2008, em Boston. Sábado estive no meu segundo, aqui em Londres. Passei pelas três lojas de quadrinhos do centro da cidade (Gosh, Forbidden Planet e Orbital) em busca de algumas das edições distribuídas de graça durante todo o dia. No total foram lançadas 60 revistas e é praticamente impossível conseguir todas elas, acabei com nove e mais um fanzine entregue por uns garotos na fila de uma das lojas. O evento é voltado para a criação de público, a maioria das publicações são edições de apresentação ou alguma história fechada que permita a leitura para um leitor de primeira viagem. Dos quadrinhos que ganhei, nenhum é indispensável ou fará grande diferença na minha coleção. No Bleeding Cool tem a lista de todos os títulos publicados.

Primeiro passei na Forbidden Planet. Maior e mais famosa das três lojas, é a que eu esperava mais cheia, mas eles foram bem práticos em relação ao evento. Na porta da comic shop ficavam dois funcionários distribuindo sacolas com seis das edições especiais e um pequeno catálogo de alguns produtos da loja. Parece que evitaram colocar os especiais mais procurados da Marvel e da DC em uma mesma sacola e não adiantava muito pedir outra. Talvez funcionasse voltar mais tarde e tentar pegar outra, mas seria na sorte também. Pra mim vieram coisas bem fracas. O número um da nova série do Rocket Racoon, o guaxinim dos Guardiões da Galáxia; Armor Hunters, com um preview de algumas novas séries da Valiant; Rise of the Magi, título novo da Top Cow/Image; All You Need Is Kill/Terra Formers da Viz Media; Futures End #0, da DC; e The Dumbest Idea Ever, da Scholastic. A única que gostei foi essa última, infantil, com um trecho do livro homônimo do autor Jimmy Gownley sobre o primeiro quadrinho que ele desenhou.

Depois fui pra Orbital e tinha uma fila contornando o quarteirão. Devo ter passado uma meia hora lá, suficiente pra ler a revistas que já tinha ganhado na loja anterior. Quando já estava próximo do lugar em que estavam entregando os gibis, me deram uma lista com as edições ainda disponíveis. Eu podia escolher três. Peguei o especial do Guardiões da Galáxia da Marvel, o número zero de Mágico Vento pela Epicenter Comics e Archaia Presents… – um especial em capa dura com seis histórias curtas de títulos da editora. Gosto bastante de Mágico Vento e foi legal ver a série sendo lançada colorida em inglês. O encadernado da Archaia também ficou bem bonito e o especial dos Guardiões vale pela capa do Mike Deodato. Já na Gosh não havia distribuição de revistas, mas uma série de atividades para crianças. Se a ideia é ter um dia para criar público, talvez tenha sido a estratégia mais interessante. Enquanto na Forbidden e na Orbital não era preciso ficar mais de cinco minutos dentros das lojas pra pegar as revistas, na Gosh dava pra acompanhar vários artistas pintando as vitrines.

ArchaiaFree

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: