Vitralizado

Cinema

Luke, Kirk, Rey e a jornada do herói

A sacada linda nessas imagens aqui de cima é do pessoal do excelente Tea and a Movie e ela faz pensar um monte. Colocados lado a lado, os frames dizem um tanto imenso sobre cada um dos filmes e seus realizadores. George Lucas sempre deixou clara a paixão que sente por Joseph Campbell, seus estudos sobre o poder do mito e a jornada do herói. Os frames com os personagens são basicamente o registro do primeiro passo dessa jornada descrita por Campbell, o exato instante em que os futuros heróis expressam suas ânsias por aventura a partir de um ambiente ordinário.

Lucas expressou todos os sonhos de Luke nessa cena, a mais bonita do primeiro filme da Trilogia. Abrams reproduziu o mesmo conceito em uma cena estrelada por um jovem James Tiberius Kirk logo no início de seu Jornada nas Estrelas. A cena com Rey sentada no desértico planeta Jakku olhando cheia de esperança a partida de uma nave passa a mesma mensagem. J.J. Abrams é um diretor-fã-pesquisador-estudioso de Guerra nas Estrelas. O cara tá seguindo à risca o manual. O Despertar da Força vai ser massa. Tem erro não.

1 comentário Luke, Kirk, Rey e a jornada do herói

  1. Pingback: O Despertar da Força X Star Trek | Vitralizado

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: