Vitralizado

Cinema / HQ / Séries

Escafandro Podcast: como Vingadores e Game of Thrones ditam as regras e o futuro da cultura pop

Eu e os meus amigos André Graciotti e Jairo Rodrigues gravamos uma nova edição do Escafandro Podcast. O papo da vez é focado no lançamento de Vingadores: Ultimato e na exibição do terceiro episódio da oitava e última temporada de Game of Thrones. A nossa conversa vai além das tramas das duas produções e trata principalmente do monopólio de atenção dessas obras e dos rumos (sinistros) da cultura pop. Por desencargo de consciência, também deixo aqui um alerta da presença de spoilers.

Você baixa o programa por aqui e também pode seguir o nosso Tumblr ou ouvir os programas pelo nosso canal no YouTube, como preferir. Dá o play!

1 comentário Escafandro Podcast: como Vingadores e Game of Thrones ditam as regras e o futuro da cultura pop

  1. Alan Cost

    Conheci aqui através de um amigo,bacana este site ta muito dificil sair deste espiral de idiotice que tomou os quadrinhos e o entretenimento ,
    Leio quadrinhos desde o começo da decada de 80 e sinceramente ja de criança sentia que gibis de super herois ja vinha cansado e meio cego para as revoluções que a abertura democratica interna começava a nos permitir ver pelo mundo
    Tem um periodo muito rico no meio dos anos 80 com obras de alguns autores com alam moore,frank miller e outros
    Mas logo volta a pasmaceira
    Ja havia travado contato com varias coisas do velho continente e tambem de nossos hermanos aqui do lado
    Sabie e tinha de varias revistas revolucionarias como metal hurlant,cimoc,el vibora,toten,zona 84,l echo des savannes,suivre ,cairo e outras que não me vem a mente
    Ou seja ja tinha consciencia do elemento artístico poderoso dos quadrinhos
    Nesta visåo. Super heroi ė divertido mas representa um retrocesso em todos os conceitos que o meio lutou tanto para sedimentar
    Não sou radical leio e me divirto com super heroi ,trabalho exclusivamente com quadrinhos sou socio proprietario da pop arts
    Vingadores e outros filmes da dc e da marvel vem criando uma especie esquisita de fã que cultua o lado mais acéfalo deste meio coisa comum no mercado americano
    Que leva diretamente ao consumo desenfreado e idiota
    Os quadrinhos vem de um historico de revoluções conceituais politico,social e representativos de lutas e anseios da sociedade moderna e claro de revoluções artisticas muito proprias.
    Os super herois ainda gera polemica por uma simples mençao politica ou sexual ,religião nem pensar tem que ser divertido e ter muita porrada.
    Triste.

    Reply

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: