Vitralizado

Posts na categoria Cinema

Cinema

Little White Lies #75: Can Movies Save The World?

A minha revista favorita chega ao número 75. Os editores da Little White Lies optaram por uma proposta um pouco diferente na 75ª edição da publicação, fugindo do tradicional rosto que estampa a capa e investiram num número comemorativo com o questionamento ‘Can Movies Save The World?’. Lá no site do periódico consta que a edição vem com textos assinados por Guillermo del Toro, os irmão Safdie, J.A. Bayona, Colin Trevorrow e outros, todos dizendo o que filmariam para evitar a aniquilação total. Quero ler.

Cinema / HQ

Escafandro Podcast – S03E02: Vingadores: Série Infinita

Eu e os meus amigos Jairo Rodrigues e André Graciotti gravamos mais uma edição do Escafandro Podcast. O papo da vez foi sobre Vingadores: Guerra Infinita, espécie de pré-season finale do Universo Cinematográfico Marvel. Ficamos longe de achar o filme essa beleza toda que vem sendo comentada por aí, mas sim, depois de Pantera Negra, é provavelmente a experiência mais interessante que Kevin Feige e companhia colocaram nos cinemas em um intervalo de 10 anos e 19 produções. Você baixa o programa por aqui e também pode seguir o nosso Tumblr ou ouvir os programas pelo nosso canal no YouTube, como preferir. Dá o play!

Cinema / HQ / Séries

Vitralizado #67 – 04.2018

Considero improvável que um mês de 2018 seja tão impactante para os quadrinhos brasileiros quanto esse abril que chegou ao fim. Nos 30 dias passados, a arte da capa da HQ vencedora da primeira edição do Prêmio Jabuti foi censurada em uma exposição em Belém e um dos principais espaços dedicados a quadrinhos no país anunciou que está fechando as portas. A censura a Castanha do Pará e o fim das atividades da Gibiteria são sintomáticos em um país cada vez mais reacionário no qual cultura talvez seja a última das prioridades. Jamais esqueçamos desse quarto mês de 2018. A seguir, o sumário dos posts mais recentes do Vitralizado.

(OBS.: a imagem aqui em cima foi tirada do Instagram de Gidalti Jr. ao tornar pública a censura a Castanha do Pará. Reproduzo abaixo a arte alvo de censura)

*Os curadores de uma exposição de artes de histórias em quadrinhos em Belém censuraram a arte da capa de Castanha do Pará, obra vencedora do Prêmio Jabuti na categoria Histórias em Quadrinhos no ano de 2017. A censura ocorreu após apelos de policiais militares incomodados com a ilustração. Conversei sobre o ocorrido com o autor do quadrinho e escrevi sobre o ocorrido pro jornal O Globo;

*Um dos principais espaços dedicados aos quadrinhos no país, a Gibiteria encerrará suas atividades nos próximos dias;

*A quadrinista Raquel Vitorelo foi anunciada como a autora da arte da segunda edição da Série Postal 2018. Você confere aqui a obra assinada pela artista. O lançamento do quadrinho rolou na Ugra, no dia 19 de abril. Reuni aqui no blog a íntegra do depoimento de Alexandre S. Lourenço sobre a produção do primeiro número desse segundo ano do projeto;

*Conversei com o quadrinista Nate Powell, com o roteirista e assessor Andrew Aydin e com o deputado americano John Lewis sobre a produção da trilogia A Marcha e escrevi pro jornal O Globo sobre o projeto. A série teve sua primeira edição recém-publicada em português pela editora Nemo;

*Também virou matéria pro Globo o meu papo com o quadrinista canadense Ramón K. Perez, autor do excelente Conto de Areia, publicado por aqui pela editora Pipoca & Nanquim. Em breve a íntegra desse papo das as caras por aqui;

*Escrevi pra Folha de São Paulo uma crítica sobre o excelente O Idiota, adaptação para o formato de quadrinhos assinada por André Diniz do clássico homônimo de Fiodor Dostoiévski;

*Divulguei aqui no blog o prefácio que escrevi para Super-Homem e o Romantismo de Aço, novo livro do editor e jornalista Rogério de Campos que será publicado pela Ugra Press;

*Publiquei uma Vitralizado Recomenda sobre A Vida É Boa, Se Você Não Fraquejar, HQ do canadense Seth publicada pela editora Mino, um dos melhores lançamentos de 2018;

*Algumas rapidinhas: o Randall Munroe fez uma daquelas atualizações do XKCD beeeem fora da curva; o Woody Harrelson narrou um vídeo sobre a vida e a carreira do Daniel Clowes; o Tom Gauld assinou uma capa linda pra New Yorker e o Adrian Tomine ilustrou um texto pra revista; e o Diego Gerlach colocou na íntegra na internet a maravilhosa Eduardo Cunha É o Bandido da Luz Vermelha;

*Noticiei dois eventos nos últimos 30 dias: os lançamentos de O Idiota, de André Diniz, e Cadafalso, novo trabalho do quadrinista Alcimar Frazão;

>> Veja o que rolou no Vitralizado #66 – 03.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #65 – 02.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #64 – 01.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #63 – 12.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #62 – 11.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #61 – 10.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #60 – 09.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #59 – 08.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #58 – 07.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #57 – 06.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #56 – 05.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #55 – 04.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #54 – 03.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #53 – 02.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #52 – 01.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #51 – 12.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #50 – 11.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #49 – 10.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #48 – 09.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #47 – 08.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #46 – 07.2016.

Cinema / HQ / Séries

Vitralizado #66 – 03.2018

O ano começou pra valer em março, né? Ao longo de fevereiro ainda vi muita repercussão de lançamentos/ publicações/ fatos de 2017. Acho que só agora as coisas começaram a esquentar. Nos últimos 30 dias rolaram quatro entrevistas no Vitralizado, todas referentes a obras importantes publicadas em março ou a trabalhos que ainda darão as caras nos próximos meses. Março também foi o mês da retomada da Série Postal e de preparar algumas matérias/ entrevistas/ posts previstos para as próximas semanas que você só verá por aqui. Sério, fica esperto que tem coisa grande prevista pra abril. Enquanto isso, segue o sumário do que rolou de mais importante no blog no terceiro mês do ano. Ó:

(OBS: peguei emprestada a arte aqui em cima lá no Tumblr do Francesco Francavilla. Trabalho do quadrinista em solidariedade ao movimento March for our Lives)

*O quadrinista Alexandre S. Lourenço é o autor da arte matadora do primeiro número da Série Postal 2018. O quadrinho foi lançado em um evento na loja da Ugra aqui em São Paulo. Imagino que você esteja acompanhando a cobertura do projeto lá no Tumblr da Série Postal, certo?;

*O quadrinista Shiko falou sobre Três Buracos, primeiro álbum longo dele em seguida a Lavagem. Você confere aqui alguns comentários do autor sobre as origens e inspirações do projeto. A HQ será publicada pela Mino e tem lançamento previsto para agosto;

*Entrevistei o quadrinista/editor Lobo Ramirez sobre Asteroides – Estrelas em Fúria, o excelente primeiro quadrinho longo do responsável pelo selo Escória Comix. Papo tão bom quanto a HQ. Já leu?;

*Também entrevistei o editor da revista Pé-de-Cabra, Carlos Panhoca. Recomendo demais a revista, projeto de fôlego com alguns dos artistas mais subversivos das HQs nacionais;

*E bati um papo com o jornalista/quadrinista Alexandre De Maio. A conversa resultou numa matéria pra Rolling Stone sobre Raul, reportagem em quadrinhos sobre um rapper procurado pela Justiça brasileira por seus crimes envolvendo golpes de cartão de crédito;

*O pessoal da Políticas está mandando muito bem ao reunir várias artes em homenagem à vereadora Marielle Franco, executada no dia 14 de março;

*O Carlos Neto gravou a minha conversa com os quadrinistas Wagner Willian e Thiago Souto, lá na Gibiteria no início de março, e compartilhou o vídeo lá no Papo Zine. Já assistiu?

*E esse teaser do Jão pra continuação de Vigilantes, hein? Sequência de uma das HQs que mais gosto lançadas em 2016. Tô ansioso por essa;

*Algumas rapidinhas: a Charlotte Dumortier assina a arte do cartaz do Elcaf 2018; a capa da Little White Lies #78 ficou com Isle of Dogs; o Liniers ganhou uma exposição em Nova Yorke o Mike Mignola também; o Adrian Tomine fez a capa de uma edição japonesa de uma coletânea do Raymond Chandler; o pessoal do Pipoca & Nanquim divulgou uma prévia de Guardiões do Louvre, do Jiro Taniguchi; e os editores da Zica colocaram no ar a campanha de financiamento coletivo do 5º número da revista;

*Pra terminar, cinco eventos realizados em março e que deram as caras por aqui: bati um papo com a Janaína de Luna, editora da Mino, lá na Ugra; conversei com o Gidalti Jr sobre Castnha do Pará, na Gibiteria; o Clayton Júnior lançou Selvagem em São Paulo e Curitiba; o Alexandre de Maio fez a festa de lançamento de Raul na Matilha Cultural; e o pessoal da Pé-de-Cabra também organizou um evento de lançamento da revista lá na Itiban, em Curitiba.

>> Veja o que rolou no Vitralizado #65 – 02.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #64 – 01.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #63 – 12.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #62 – 11.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #61 – 10.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #60 – 09.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #59 – 08.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #58 – 07.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #57 – 06.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #56 – 05.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #55 – 04.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #54 – 03.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #53 – 02.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #52 – 01.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #51 – 12.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #50 – 11.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #49 – 10.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #48 – 09.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #47 – 08.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #46 – 07.2016.

Cinema

Little White Lies #74: Isle of Dogs

Eu deveria ter suspeitado que o Isle of Dogs do Wes Anderson acabaria na capa da próxima edição da Little White Lies – minha revista preferida, como sempre gosto de lembrar. Acho que poucos diretores poderiam dar tanta matéria-prima para a publicação quanto alguém com uma estética cinematográfica tão singular quanto a do diretor de pérolas como The Royal Tenenbaums, O Grande Hotel Budapeste, O Fantástico Sr. Raposo e Moonrise Kingdom. Dei uma conferida ali no IMDB e a previsão de lançamento de Isle of Dogs no Brasil tá pro dia 14 de junho. Aguardo ansiosamente. Ó o trailer:

Cinema / HQ / Séries

Vitralizado #65 – 02.2018

Fevereiro é sempre um mês pesado aqui no Vitralizado. Eu abro com o anúncio dos vencedores do Prêmio Grampo e passo o resto dos dias tentando me recuperar da canseira que dá essa brincadeira. Ainda assim, fala sério, nos últimos 28 dias, você esbarrou com algum outro lugar na internet brasileira com uma entrevista com o Michael DeForge? E que tal os anuncios exclusivos que você só vê aqui no blog? Enfim, vamos logo pro sumário do 65º mês de existência do blog, com o que rolou de mais quente por aqui em fevereiro. Ah! E fica esperto pro próximo post, tem novidade boa vindo…

(OBS: arte aqui de cima é trabalho do Michael DeForge pra Kus! Tirei lá do site do artista)

*Leu o meu texto pra Rolling Stone sobre Ayako? O álbum publicado pela Veneta é diferente de tudo que eu conhecia das obras do Osamu Tezuka. Aliás, acho que dá pra chamar como o primeiro grande lançamento de HQ no país em 2018, concorda?;

*Fiquei feliz demais com essa entrevista do Diego Gerlach com o Michael DeForge, autor de Formigueiro (Mino). Encontro de dois gigantes dos quadrinhos mundiais que você só lê por aqui!;

*E o que você achou do resultado do Prêmio Grampo 2018? Sou suspeito, mas me parece que mais justo impossível, né não? Assim, a minha lista ficou um pouquinho diferente do resultado final, mas acho o Top 3 excelente, com obras importantíssima para a história das HQs. Aqui você encontra os nomes dos 20 jurados, aqui os rankings de cada um e por aqui o resultado final;

*Amanhã eu vou mediar um bate-papo com o Thiago Souto, autor de Labirinto (Mino), e com o Wagner Willian, autor de O Maestro, O Cuco e A Lenda (Texugo), lá na Gibiteria, aqui em São Paulo. Vamos?;

*O Vitralizado anunciou com exclusividade aquele que promete ser um dos grandes lançamentos de 2018, It’s A Good Life, If You Don’t Weaken, do canadense Seth, pela editora Mino. Esse é obrigatório, viu? Deixa passar não.;

*Falando em gênios norte-americanos, e essa capa do Chris Ware pra New Yorker?;

*Eu e os meus amigos Jairo Rodrigues e André Graciotti gravamos mais uma edição do Escafandro Podcast, dessa vez o papo foi sobre A Forma da Água, filme mais recente do cineasta Guillermo Del Toro e um dos favoritos pro Oscar 2018;

*Viu a capa pra primeira edição da revista Pé-de-Cabra, editada pelo Carlos Panhoca? Também divulguei a capa e algumas páginas internas de Conto de Areia, um dos próximos lançamentos da editora Pipoca & Nanquim;

*Dois achados que curti demais: esse documentário do pessoal da Criterion Colletion sobre a amizade do Stan Lee com o Alain Resnais e essa arte do Charles Burns pra marca de bebidas Barq’s;

>> Veja o que rolou no Vitralizado #64 – 01.2018;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #63 – 12.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #62 – 11.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #61 – 10.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #60 – 09.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #59 – 08.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #58 – 07.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #57 – 06.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #56 – 05.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #55 – 04.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #54 – 03.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #53 – 02.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #52 – 01.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #51 – 12.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #50 – 11.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #49 – 10.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #48 – 09.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #47 – 08.2016;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #46 – 07.2016.