Vitralizado

Posts por data outubro 2015

Cinema

Frames que viraram pôsteres

Até apareço pelas bandas de cá se algo muito especial der as caras na internet amanhã ou domingo, mas acho que já dá pra fechar o mês de outubro por aqui, né? Peço a conta das últimas quatro semanas com um ensaio divertido comparando cenas de filmes que viraram pôsteres, dessas besteiras bem sacadas que são sempre bacanas de assistir. Dá o play, Maca:

Cinema

O Despertar da Força X Star Trek

Já comentei por aqui sobre o trabalho do pessoal do Tea and a Movie. Outro dia eles fizeram uma comparação bem legal entre frames do Guerra nas Estrelas original, o Star Trek do J.J. Abrams e uma cena de O Despertar da Força. Eles continuaram investindo nessa linha nos últimos dias. Tipo essa comparação aqui em cima, mostrando o efeito de lens flare tão querido por Abrams. Também notaram outras semelhanças ainda mais legais, algumas entre as três produções e outras só entre as mais recentes. O mais sensacional é que tão encontrando esses padrões só a partir do trailer do Episódio VII. Deixa sair o filme pra ver a quantidade de coisa parecida que vão encontrar…

ST-EP7-Perdidos

SW-ST-EP7

HQ

Bulldogma: a HQ de Wagner Willian será lançada em fevereiro de 2016

Dos títulos que aguardo com mais ansiedade para 2016, Bulldogma ganhou data de lançamento. O novo quadrinho de Wagner Willian será publicado em fevereiro de 2016. Ao longo dos últimos meses o artista publicou uma série de previews na página do projeto no Facebook. Promissor pra caramba. Na legenda do banner aqui em cima o autor escreveu: “Foram dois anos intensos escrevendo e desenhando Bulldogma (não necessariamente nesta ordem). À todos aqueles que acreditaram nesta nouvelle vague, àqueles que a leram em antemão e de um modo ou de outro fizeram-se presentes em suas páginas, faltam poucos meses”. Aliás, já leu a minha entrevista com o Wagner William? Papo bem bom, viu?

Entrevistas / HQ

Mute: Marco Oliveira investe nas possibilidades da linguagem dos quadrinhos em álbum experimental

O quadrinista Marco Oliveira surpreendeu seus leitores em 2014 quando publicou o álbum Aos Cuidados de Rafaela. Apesar do mesmo traço sujo de sua série Overdose Homeopática, o autor apresentou no quadrinho um estilo muito distinto do trabalho que fez sua fama na internet. Enquanto suas tiras reúnem várias piadas rápidas e agressivas, o enredo tragicômico do livro lançado no ano passado mostrou o domínio que Oliveira possui da narrativa sequencial. Pouco mais de um ano depois, o artista volta a investir em uma obra bastante distinta de suas produções prévias.

O recém-lançado Mute (R$34, Zarabatana) mostra o autor explorando várias possibilidades da linguagem das HQs em uma coletânea de painéis em preto e branco. Ao longo de suas 88 páginas, o livro reúne várias esquetes e enredos conceituais somente possíveis de serem contados no formato de quadrinho. Se na série Overdose Homeopática Oliveira dialoga com a podridão social também expressa por autores como André Dahmer, Ricardo Coimbra, Bruno Maron, Mute possui conexões explícitas com o experimentalismo poético de Rafael Sica – inspiração assumida pelo autor na entrevista abaixo.

Continue reading

HQ

Early Stories, a nova HQ de Jillian Tamaki

Vi lá no The Beat: uma das responsáveis pelo sensacional This One Summer e autora de Super Mutant Magic Academy, a Jillian Tamaki começou a publicar uma webcomic na Hazlitt, a revista virtual da Penguin. Batizada de Early Stories, a HQ teve sua primeira parte focada na história de um seriado de televisão dos anos 90. Bem divertida, saca só. Agora é saber o que rola nos próximos episódios, se continua o enredo sobre a série ou pula pra uma outra história. Promissor pra caramba.

HQ

Adrian Tomine na capa da revista Now

O Adrian Tomine tá no olho do furacão por conta do lançamento do Killing and Dying, um dos lançamentos do ano no Hemisfério Norte, que sei lá se um dia sai por aqui. A revista canadense Now colocou o autor na capa da sua mais recente edição, com um auto-retrato do artista. Dá pra ler a matéria de capa da revista aqui. Já o pessoal da revista The Week pediu pro Tomine listar suas seis coletâneas preferidas de quadrinhos. A lista é composta por The Girl From H.O.P.P.E.R.S. do Jaime Hernandez, a RAW editada pelo Art Spiegelman e pela Françoise Mouly, My New York Diary da Julie Doucet, Rusty Brown do Chris Ware, Abandon the Old in Tokyo do Yoshihiro Tatsumi e Caricature do Daniel Clowes. Vale passar lá no site da The Week pra ver as justificativas do autor.