Vitralizado

Posts por data julho 2015

Entrevistas / HQ

Papo com Mariko Tamaki, vencedora do prêmio Einser de Melhor Graphic Novel em 2015 por This One Summer

Mariko e Jillian Tamaki foram as grandes vencedoras da 27ª edição do Will Eisner Comic Industry Awards, realizado no início de julho, na Comic Con de San Diego. As duas primas canadenses levaram para casa o troféu de Melhor Graphic Novel por This One Summer. A coroação da obra com o prêmio máximo da indústria de quadrinhos norte-americana não foi surpresa após o título ter sido aclamado ao longo dos últimos 12 meses como um dos grandes trabalhos publicados ano passado. A Publisher’s Weekly havia eleito a história em quadrinho um dos melhores livros de 2014. As autoras foram as primeiras quadrinistas a receberem a Medalha Caldecott entregue anualmente pela Association for Library Service to Children e também levaram o prêmio Printz, dedicado a reconhecer a excelência literária de livros para jovens adultos. Em fevereiro elas ganharam o Ignatz Award de Melhor Graphic Novel, entregue na Small Press Expo, dedicada a quadrinistas independentes.

Li This One Summer no primeiro semestre de 2014 e desde então vinha tentando entrar em contato com as duas quadrinistas. Consegui finalmente o email de Mariko, a roteirista da obra, no final do ano passado. Mandei minhas perguntas após ela topar a entrevista, mas já havia descartado qualquer possibilidade de resposta após quase oito meses de espera. O retorno veio inesperadamente, na semana que a artista recebeu o Eisner.

ThisOneSummer3

Formada em literatura, Mariko também é autora dos livros Cover Me e dos quadrinhos Skim e Emiko Superstar. Publicado em 2008, Skim foi o primeiro trabalho da escritora em parceria com sua prima desenhista Jillian. Sobre a rotina de uma jovem de 16 anos descendente de japoneses em uma escola católica de Toronto, a HQ ganhou em 2009 os prêmios Ignatz, Joe Shuster e Doug Wright. Ainda assim, a obra-prima da dupla até agora foi This One Summer. O título mostra alguns dias na vida de duas amigas de férias na praia. Às vésperas do início da adolescência, as meninas testemunham e vivenciam novas experiências enquanto observam a interação entre seus pais e um grupo de adolescentes que mora no local. Além dos conflitos de seus familiares, elas observam a gravidez inesperada de um jovem casal, composto por uma garota e um rapaz que elas batizam de Dud.

Segundo os assessores da editora First Second, responsável pelo livro na América do Norte, a HQ continua com seus direitos disponíveis para o mercado brasileiro (Post atualizado: segundo dois leitores do blog, uma editora brasileira comprou os diretos e pretende lançar o quadrinho em breve. No entanto, até o anúncio oficial do livro em português, continua valendo a resposta dada pelos assessores da editora norte-americana). Por enquanto, é possível ler o quadrinho em sua edição portuguesa, lançada pela Planeta Tangerina como Finalmente o Verão. Seja como for, em português ou inglês, não perca tempo e corra atrás de This One Summer. Com uma arte linda com tons de azul que amplificam ainda mais o tom melancólico do texto de Mariko, o álbum é clássico moderno. Sua abordagem não deve em nada a outras pérolas recentes do gênero, como Fun Home, Blankets, Clumsy e Stitches. Segue a minha conversa com a Mariko Temaki:

Continue reading

HQ

A 1ª HQ autoral de Mike Deodato Jr.

Mike Deodato Jr. é o responsável pela arte de três grandes quadrinhos publicadas em julho. A Panini lança até o final do mês o especial Pecado Original, série com roteiro de Jason Aaron protagonizada pelos heróis do Marvel. A editora Criativo relança 3000 Anos Depois, obra escrita e desenhada pelo artista e seu pai no início dos anos 80. E a Mino publica Quadros, a primeira obra autoral de Deodato em seus mais de 30 anos de carreira. Bati um longo papo com o artista sobre esse mês especial e nossa conversa virou matéria no Uol. A íntegra desse papo não demora pra dar as caras por aqui.

HQ

Eat More Comics! The Best of The Nib, a versão impressa do The Nib

Depois de dois anos no ar o The Nib pode finalmente ganhar sua versão impressa. O projeto de uma coletânea com alguns dos melhores e mais polêmicos quadrinhos do projeto do Medium tá com uma campanha no Kickstarter para o financiamento de uma publicação de 300 páginas. Acredito que não terá muita dificuldade para atingir a meta de US$45 mil. Caso Eat More Comics! The Best of The Nib consiga essa grana toda, a previsão é que ele chegue aos seus apoiadores em setembro de 2015. Candidato potencial a um dos grandes livros de quadrinhos do ano, hein? Agora é começar a pensar se lá pra 2017 também teremos algo do mesmo estilo pra Nébula. Seria matador. Ó o vídeo do projeto do The Nib:

HQ

Chris Ware e o logo da Quimby’s

Nunca soube a origem da relação entre o Chris Ware e a Quimby’s, uma das lojas de quadrinhos e publicações independentes mais famosas dos Estados Unidos, em Chicago. Sabia que a loja fica na mesma cidade em que o Ware mora e que o logo deles (esse aqui em cima) é o rato Quimby, personagem do artista com o mesmo nome da empresa. Daí acabei esbarrando com esse perfil bem legal da loja, que explica a história.

A Quimby’s foi fundada em 1991 por Steven Svymbersky, dono do estabelecimento até hoje. Coincidentemente, a loja abriu no mesmo quarteirão em que o Ware morava. Na época ainda desconhecido, o artista havia acabado de criar o seu Quimby. Não precisou muito e Svymbersky pediu pro quadrinista criar o logo e os cartões da loja. Simples assim. Então o cara basicamente abriu a loja de quadrinhos dele perto da casa daquele que viria a ser um dos maiores quadrinistas de todos os tempos, batizou inconscientemente o lugar com o mesmo nome de um dos primeiros personagens do artista e o resto é história. Papum.