Vitralizado

Posts na categoria Séries

Cinema / HQ / Séries

Vitralizado #58 – 07.2017

Agitado esse mês de julho por aqui, hein? E olha, tenho uns possíveis posts promissores pra agosto, viu? Mas enfim, sem spoilers, uma coisa de cada vez. Reúno agora os principais posts do 58º mês de vida do Vitralizado, com entrevistas com Guy Delisle, Oscar Zarate, Rafael Salimena, Felipe Portugal e mais uma galera bem foda. Também rolaram prévias exclusivas, anúncios bem interessantes e mais uns trem massa que você só vê por aqui. Seque o sumário do blog em julho de 2017! Ó que beleza:

*A Manzanna foi anunciada como a autora do sétimo número da Série Postal. A HQ foi lançada lá no Ugra Fest 2017 junto a edição de junho, assinada pelo Felipe Portugal. Você confere aqui o trabalho da Manzanna pro projeto e vê aqui os depoimentos do Portugal sobre a edição passada;

*Conversei com o Guy Deslile, autor de uma das minhas leituras preferidas de 2017: Hostage. Aproveitei o lançamento de O Guia do Pai Sem Noção no Brasil e transformei o nosso papo em matéria pro UOL. A íntegra da entrevista tá aqui;

*Também entrevistei o Oscar Zarate, quadrinista e editor argentino e organizador da coletânea A Vida Secreta de Londres, lançada em português pela Veneta. O nosso papo foi outro que virou matéria no UOL e depois apareceu na íntegra por aqui. A conversa ainda rendeu um bate-papo com o editor brasileiro do livro, Rogério de Campos, lá na Ugra;

*Outro livro que virou matéria: o já clássico Os Morcegos-Cérebros de Vênus e Outras Histórias. Coletânea histórica da Mino sobre a qual escrevi pro UOL e que ainda resultou em uma entrevista com os editores por aqui;

*Também publiquei esse mês uma resenha na Rolling Stone sobre Bar, trabalho mais recente dos caras do Miolo Frito;

*E pra finalizar as entrevistas: um papo com o Raphael Salimena sobre a excelente coletânea publicada pela Draco com o melhores trabalhos produzidos pelo autor pra série Linha do Trem. Puta lançamento, viu? Deixa passar esse não;

*Na Vitralizado Recomenda fiz breve resenhas sobre a fenomenal Meu Amigo Dahmer (Darkside Books), do Derf Backderf; Cannon (Pipoca & Nanquim), do Wallace Wood; e Congestionamento (independente), do André Valente;

*A quadrinista Cecília Silveira colocou no ar o projeto editorial Sapata Press, em busca de HQs produzidas por mulheres e pessoas não-binárias, sejam elas trans ou cisgénero, independentemente de raças e orientação sexual. Pra ficar de olho. Acredito muito no potencial dessa empreitada;

*Julho também foi marcado pela edição de 2017 do Ugra Fest lá no SESC Belenzinho. Sério, quem não foi perdeu feio. Evento muito legal no qual tive o prazer de trabalhar na divulgação e ainda mediar o bate-papo HQs e Imprensa: Quem Faz, Quem Noticia e Quem Critica. A conversa foi gravada e você assiste aqui;

*Aliás, bati um papo na Ugra com o Diego Gerlach e com o Lobo Ramirez. Os dois trabalharam em alguns dos principais lançamentos do Ugra Fest 2017 (Arracém, o 12º número da coleção Ugritos; Nóia; Rogéria #3; e o segundo volume de Úlcera Vórtex). O papo tratou desses gibis mais recentes e das atividades da Escória Comix e da Vibe Tronxa Comix. O Carlos Neto do Papo Zine filmou grande parte da conversa;

*E os caras do Pipoca & Nanquim liberaram uma prévia de Moby Dick, HQ do francês Chabouté e terceiro álbum do catálogo da editora.

>> Veja o que rolou no Vitralizado #57 – 06.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #56 – 05.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #55 – 04.2017;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #54 – 03.2017;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #53 – 02.2017;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #52 – 01.2017;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #51 – 12.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #50 – 11.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #49 – 10.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #48 – 09.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #47 – 08.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #46 – 07.2016.

Cinema / HQ / Séries

Vitralizado #57 – 06.2017

Chegamos ao sétimo mês de 2017 e à 57ª atualização mensal do Vitralizado. Em junho você encontrou vários previews exclusivos por aqui, uma entrevista internacional, comentários sobre alguns dos principais lançamentos das últimas semanas, novidades sobre a Série Postal e alguns dos melhores links relacionados ao mundo dos quadrinhos vindos de fora do país. Tudo muito bom, tudo muito bem, mas adianto que julho fica ainda melhor. Segue o sumário com o melhor das 25 atualizações no blog no mês de junho de 2017:

*Aproveitei o lançamento do excelente Sshhhh! por aqui pela Mino pra pedir uma entrevista com o quadrinista norueguês Jason. Papo bem bão, cê leu?;

*O Felipe Portugal foi anunciado como o autor do sexto número da Série Postal. Já viu o quadrinho? Também reuni por aqui as falas da Bárbara Malagoli sobre os bastidores da produção da edição de maio do projeto;

*Eu, o Jairo e o André retomamos as atividades do Escafandro Podcast, com um episódio sobre trailers e spoiler. Cê escuta aqui;

*A seção Vitralizado Recomenda teve três atualizações em junho: O Guia do Pai Sem Noção (Zarabatana), Linha do Trem – The Best Of (Draco) e Paciência (Nemo);

*Os quadrinista Marcatti será homenageado na Ugra Fest 2017 com a exposição Marcatti 40, celebrando os 40 anos de carreira do criador de Frauzio;

*Bati um papo com o Daniel Lopes sobre a edição de 2017 da Feira Dente e também conversei com o DW Ribatski sobre o gibi Veículo;

*Publiquei por aqui alguns previews exclusivos: três páginas da HQ assinada por Alan Moore pro álbum A Vida Secreta de Londres da Veneta; duas páginas de Arracém, o Ugrito do Diego Gerlach; algumas artes de Cavalo de Teta #1, projeto do João Pinheiro; o pessoal da Escória Comix mandou algumas páginas de Nóia, também assinada pelo Diego Gerlach, e outras da segunda edição de Úlcerta Vortex – Volume II, épico de autoria do Victor Bello;

*E fica o registro: sensacional a edição especial em quadrinhos da revista do New York Times e excelente a HQ Business or Pleasure produzida pelo Chris Ware pra New Yorker.

>> Veja o que rolou no Vitralizado #56 – 05.2017;
>> Veja o que rolou no Vitralizado #55 – 04.2017;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #54 – 03.2017;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #53 – 02.2017;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #52 – 01.2017;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #51 – 12.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #50 – 11.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #49 – 10.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #48 – 09.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #47 – 08.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #46 – 07.2016.

Cinema / HQ / Séries

Vitralizado #56 – 05.2017

O Vitralizado está às vésperas de completar dois mil posts, é provável que role em junho ou julho. Marca que considero bastante expressiva para uma publicação independente e hoje quase que exclusivamente sobre quadrinhos. Enquanto isso, retomo por aqui os meus posts preferidos em meio às 26 atualizações que rolaram em maio de 2017. Segue o sumário do 56º mês de vida do blog:

*Conversei com o quadrinista espanhol Esteban Maroto, autor de Espadas e Bruxas, primeiro álbum da Pipoca & Nanquim. Não demorou e os caras da editora já divulgaram uma prévia do segundo título da editora, Cannon da lenda Wallace Wood;

*O pessoal da Ugra anunciou o retorno do evento de quadrinhos autorais e publicações independentes mais legal de São Paulo: o Ugra Fest 2017 rola em São Paulo nos dia 8 e 9 de julho de 2017;

*A Série Postal continua a mil! A Bárbara Malagoli assina o quinto número de coleção, que teve lançamento lá na Gibiteria. A arte da edição tá disponível aqui. Ainda sobre a coleção: reuni por aqui os depoimentos da Bianca Pinheiro falando sobre a produção do trabalho dela;

*Anunciei o início das aulas do meu mais novo curso lá na Ugra: Biblioteca Básica das HQs Brasileiras [2013-2016]. A arte matadora do cartaz do evento é assinada pela Manzanna;

*Divulguei por aqui uma prévia das belas páginas do Rafael Coutinho para Modo Avião, livro dele em parceria com o Lucas Santanna e o J.P. Cuenca publicado pela Lote 42 e com lançamento marcado para o dia 10 de junho;

*A DarkSide Books divulgou o lançamento do selo de quadrinhos da editora, com três títulos matadores: Meu Amigo Dahmer, Fragmentos do Horror e Wytches;

*A Câmara Brasileira do Livro anunciou a inclusão da categoria Histórias em Quadrinhos na edição de 2017 do Prêmio Jabuti;

*A Vitralizado Recomenda teve seis atualizações no mês de maio: Valerian Integral – Volume I (Sesi-SP), Úlcera Vortex – Volume 1 (Escória Comix), Onírica (independente), Lobo Solitário #1 (Panini), Bar (Mino) e Monsieur Jabot (Sesi-SP);

*Publiquei na Rolling Stone uma matéria sobre o Estudante de Medicina da Cynthia B. e bati um papo com o Felipe Nunes sobre o lançamento da versão colorida de Dodô;

*A Pulo Comunicação de Belo Horizonte produziu um vídeo sobre a importância do FIQ, o Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte, para a cena brasileira de quadrinhos;

*Quatro rapidinhas: foi divulgada uma prévia do próximo álbum do Box Brown, a capa da Little White Lies #70 ficou com o Dunkirk do Christopher Nolan, a Veneta vai publicar a coletânea A Vida Secreta de Londres e saiu esse vídeo bem massa sobre a produção de A Tartaruga Vermelha.

>> Veja o que rolou no Vitralizado #55 – 04.2017;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #54 – 03.2017;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #53 – 02.2017;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #52 – 01.2017;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #51 – 12.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #50 – 11.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #49 – 10.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #48 – 09.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #47 – 08.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #46 – 07.2016.

Cinema / HQ / Séries

Vitralizado #55 – 04.2017

Começa hoje o 5º mês de 2017, o 56º de vida do Vitralizado e logo mais com umas novidades beeem massa por aqui. Tudo no mesmo pique de abril, com 19 atualizações, duas entrevistas, duas resenhas, um podcast, algumas notícias e novos postais. O destaque ficou pro lançamento do excelente Estudante de Medicina da Cynthia B., a estreia de Angeli – The Killer no Canal Brasil e o anúncio da editora Pipoca e Nanquim. Resumo a seguir os principais posts do mês passado, no sumário do que foi a 55ª edição mensal do blog. Ó:

*Conversei com a Cynthia B. sobre Estudante de Medicina, HQ lançada simultaneamente no Brasil e na França contando os anos da autora dentro da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Desde já, candidato potencial a estar entre os melhores álbuns brasileiros de 2017;

*Anunciei a Bianca Pinheiro como a autora da quarta edição da Série Postal. A arte você confere aqui. Ainda sobre o projeto, também publiquei a íntegra do making-of produzido pela Taís Koshino para o trabalho da terceira edição;

*Troquei um email breve com o Angeli e conversei com um monte de gente massa pra escrever para a revista Monet sobre o lançamento de Angeli – The Killer, série em stop motion recém-lançada pelo Canal Brasil sobre os personagens do quadrinista;

*Eu, o Jairo e o André gravamos mais uma edição do Escafandro Podcast, nossa quinta edição. O papo da vez foi sobre Fragmentado e os filmes do M. Night Shyamalan;

*Nem deu tempo de respirar direito: abrimos e já fechamos as inscrições pra nova turma do Clube de Leitura Ugra & Vitralizado;

*Bati um papo rápido com a quadrinista Aline Zouvi sobre a abertura da exposição Condição, uma coletânea de retratos ilustrados de artistas de diferentes áreas e épocas listando a doença de cada um;

*Duas atualizações da Vitralizado Recomenda, seção nova aqui do blog, uma dedicada a Erzsebet do Nunsky e outra sobre Mi Propio Macanudismo do André Valente;

*O canal do YouTube Pipoca & Nanquim agora também passou a ser uma editora. A primeira publicação deles será Espadas e Bruxas, uma coletânea de histórias do espanhol Esteban Maroto;

*Ficou todo mundo assustado com a possibilidade do FIQ não rolar. Os vários protestos na página da Prefeitura de Belo Horizonte no Facebook e a mobilização de quadrinistas e leitores fez com que o Festival retornasse à programação;

*Algumas rapidinhas: a Cristina Eiko assinou a 11ª edição da coleção Ugritos, o Adrian Tomine divulgou a capa da 16ª edição da revista In The City; o pessoal da Feira Dente anunciou a abertura das inscrições pro Prêmio Dentre e o The Outline publicou o segundo capítulo da excelente Who Watches The Men?;

>>Veja o que rolou no Vitralizado #54 – 03.2017;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #53 – 02.2017;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #52 – 01.2017;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #51 – 12.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #50 – 11.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #49 – 10.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #48 – 09.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #47 – 08.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #46 – 07.2016.

HQ / Séries

Angeli – The Killer: estreia sábado (15/4) a série em stop motion do Canal Brasil centrada na obra de Angeli

Sábado agora (15/4), às 23h45, estreia a excelente Angeli – The Killer, série em stop motion exibida pelo Canal Brasil sobre os personagens do Angeli. Assisti ao primeiro episódio da produção e escrevi sobre ele pra edição de abril da Monet da Editora Globo. O texto vem com algumas falas bem massa de um papo rápido que bati por email com o quadrinista e outras de conversas que fiz com alguns discípulos e adoradores do autor – Fabiane Langona (Chiquinha), Luciana Foraciepe, Douglas Utescher, Paulo Crumbim e Ricardo Coimbra. Recomendo bastante a série – sério, ri alto de alguns dos depoimentos do Angeli – e também uma lida na minha matéria. A íntegra do texto só na versão impressa, mas reproduzo por aqui os primeiros parágrafos. Ó:

Angeli sem crise

Um dos mais importantes quadrinistas brasileiros de todos os tempos tem suas taras, crises e paixões revistas em depoimentos animados com a técnica de stop motion

O quadrinista Angeli diz não se considerar um depravado, mas não vê problema em assumir o que chama de “uma quedinha pelos baixos instintos”. A revelação não deveria ser surpresa para ninguém quando expressa pelo criador de Rê Bordosa, Bob Cuspe, Skrotinhos, Mara Tara e outros dos personagens mais célebres dos quadrinhos brasileiros. No entanto, aqueles não iniciados na obra de um dos maiores e mais influentes quadrinistas nacionais de todos os tempos poderão tirar esse atraso com a estreia de Angeli – The Killer.

A série de 13 episódios apresenta uma versão animada em stop motion do ilustrador interagindo com outros de seus personagens, todos apresentados como bonecos. No primeiro episódio, batizado de Tara, Tabus e…Tubaína!, a exceção é a atriz Alessandra Negrini, em carne e osso interpretando a polêmica Mara Tara – uma presença mais que conveniente dado o tema da estreia.

“Pés femininos eu gosto bastante. Não preciso ficar lambendo, eu gosto de ver”, diz Angeli em uma série de revelações sobre seus gosto pessoais. “A bunda é um monumento, eu derrubaria tudo do Oscar Niemeyer pra colocar bundas no lugar”, afirma o protagonista em outro momento. Os depoimentos do autor são intercalados por participações constantes de seus personagens, dublados por artistas como Paulo Cesar Peréio (Bibelô), André Abujamra (Rhalah Rikota) e Milhem Cortaz (Bob Cuspe).

“Meu trabalho sempre foi voltado às críticas de costumes, comportamentos e a ideia de expor as falhas humanas – inclusive as minhas – e o humor foi um caminho para tal”, conta Angeli em entrevista à Monet. “Sempre busquei isso com certa acidez, numa tentativa de acertar a ferida e deixar cicatrizes. Não só com o riso mas também através da reflexão que tais críticas poderiam trazer”, diz o quadrinista.

angeli2

angeli3

A matéria completa está disponível na edição de abril da Monet.

Cinema / HQ / Séries

Vitralizado #54 – 03.2017

Março de 2017 provavelmente entra pra história dos quadrinhos brasileiros como o mês do lançamento de Mensur. O novo livro do quadrinista Rafael Coutinho foi o assunto predominante no blog nos últimos 30 dias – mas não o único. Ainda rolaram uns anúncios exclusivos por aqui, umas artes de eventos e novidades bem promissoras que devem chegar às lojas especializadas nos próximos meses. Segue o meu resumo com os principais posts do site em março e o sumário do 54º mês de vida do Vitralizado:

*Publiquei por aqui uma longa entrevista minha com o Rafael Coutinho sobre os sete anos de produção de Mensur. Conversamos durante três horas no estúdio dele no Butantã e dividi esse papo em uma série de três posts: Rafael Coutinho e os sete anos de produção de Mensur – Parte I: “Cheguei a encarar como um projeto que eu nunca iria acabar e que eu teria que viver com essa dívida”; Rafael Coutinho e os sete anos de produção de Mensur – Parte II: “O protagonista precisava ser a representação das múltiplas facetas da agressividade dentro da vida de alguém”; e Rafael Coutinho e os sete anos de produção de Mensur – Parte III: “É a estética do preto e branco do Cachalote com características da fragmentação do Beijo no âmbito de uma história adulta”;

*A Taís Koshino veio a São Paulo para o lançamento do terceiro número da Série Postal lá na Banca Tatuí. Você confere a arte da HQ aqui e o processo de produção do trabalho lá no tumblr da Série Postal;

*Aliás, ainda sobre a Série Postal: reuni por aqui os depoimentos do Pedro Cobiaco sobre o making-of do trabalho dele, o segundo número da coleção, lançado em fevereiro;

*E falando em Pedro Cobiaco, ele e a Janaína de Luna divulgaram o primeiro teaser de Diana, álbum de 200 páginas coloridas dos dois com lançamento marcado pros festivais de quadrinhos do final do ano (FIQ e CCXP);

*Pra ficar na Mino, divulguei por aqui que a editora vai publicar nos próximo meses o épico The Complete Essex County do Jeff Lemire em português. Um tremendo lançamento, anota aí;

*Gravei com o Jairo e o André mais uma edição do Escafandro, dessa vez questionando todo esse hype em torno do superestimado Logan;

*Noticiei o início da campanha de financiamento coletivo da Labirinto do Thiago Souto. O projeto tá a mil lá no Catarse, beirando aos 60% de financiamento e ainda faltando 47 dias de campanha;

*Algumas rapidinhas: o Daniel Clowes fez um pôster para o lançamento da nova temporada de Silicon Valley, o Adrian Tomine produziu uma ilustração pra The Atlantic, o Lucas Gehre deu início a uma série bem promissora chamada Quimera, saiu a capa da Little White Lies de abril e o pessoal do TCAF divulgou a arte do Jeff Lemire pra próxima edição do festival.

>>Veja o que rolou no Vitralizado #53 – 02.2017;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #52 – 01.2017;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #51 – 12.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #50 – 11.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #49 – 10.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #48 – 09.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #47 – 08.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #46 – 07.2016.

Cinema / HQ / Séries

Vitralizado #53 – 02.2017

Vamos à retrospectiva com os principais posts do 52º mês de vida do Vitralizado. Enquanto montava esse sumário de fevereiro fiquei beeem satisfeito com a quantidade de material exclusivo do blog e com a agitação desse início de ano no que diz respeito a quadrinhos. Tem muita coisa massa saindo e outras muito promissoras previstas já para as próximas semanas. Sei lá, tá cedo, estamos entrando hoje em março, mas tô bem desconfiado desse 2017 como um muito promissor pra quem curte gibi, viu? Enfim, os principais posts do site no mês de fevereiro:

*Anunciei o Pedro Cobiaco como o autor do segundo número da Série Postal. Você confere aqui a arte da HQ, lançada lá na Ugra no dia 18/2 – aliás, o Pedro também produziu um cartaz lindo pra esse evento, chegou a ver?;

*Ainda sobre a Série Postal: reuni aqui no blog os depoimentos do Pedro Franz sobre suas reflexões enquanto produzia o primeiro número da coleção;

*Fiz uma entrevista bem legal com a Lucy Knisley sobre Deslocamento – Diário de Viagem, primeira obra da quadrinista lançada no Brasil. Recomendo a nossa conversa, o gibi e a torcida para que outros trabalhos dos quadrinista cheguem por aqui;

*Também conversei com o Gidalti Jr. sobre a criação de Castanha do Pará, primeiro e imponente trabalho do autor em formato de histórias em quadrinhos;

*E putz, papo muito bom também com o Galvão Bertazzi sobre a criação de Um Ano Inteiro, um dos meus projetos preferidos de quadrinhos em 2017 até o momento;

*O Wagner Willian passou por aqui pra mostrar o making-of de duas páginas de O Maestro, o Cuco e a Lenda, primeiro trabalho dele seguida ao aclamado Bulldogma. É outro projeto que aguardo com ansiedade;

*Viu o link da entrevista do Daniel Clowes que deixei por aqui? Papo dele pra um canal francês do Youtube no qual ele fala sobre sua relação com HQs com o passar dos anos. A conversa rolou por conta da exposição dele lá na Galerie Martel de Paris;

*O Rafael Coutinho divulgou a data de lançamento do aguardado Mensur, dia 16 de março, e também compartilhou um teaser da HQ;

*O Luciano Salles também divulgou umas novidades sobre seu próximo projeto em quadrinho, Ela;

*Três rapidinhas lá de fora: o gigante Adrian Tomine ilustrou um conto na New Yorker, a dupla Icinori foi anunciada como responsável pelo cartaz da edição de 2017 do Elcaf e foram divulgados o pôster e o trailer de My Entire High School is Sinking Into the Sea do Dash Shaw.

>>Veja o que rolou no Vitralizado #52 – 01.2017;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #51 – 12.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #50 – 11.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #49 – 10.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #48 – 09.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #47 – 08.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #46 – 07.2016.

Cinema / HQ / Séries

Vitralizado #52 – 01.2017

Eu tinha prometido que janeiro ia ser agitado por aqui, né? Pois é, foram menos posts do que o usual, mas só conteúdo quente. Além de revelar os vencedores do Prêmio Grampo 2017 anunciei o lançamento da Série Postal, primeira empreitada editorial impressa do Vitralizado. Aliás, junto com o número um da coleção, assinado pelo Pedro Franz, também lancei o tumblr do projeto – já a mil e beeem movimentado, viu? Enfim, 2017 começou a mil e a tendência é acelerar um pouco mais…Segue o meu sumário com o que rolou de mais legal por aqui no 52º mês de vida do blog:

*Anunciei o lançamento da Série Postal e o Pedro Franz como autor do trabalho do primeiro número da coleção. Você vê aqui a arte desse número de estreia;

*Eu e o pessoal do Balbúrdia anunciamos os vencedores do Prêmio Grampo 2017 de Grandes HQs. O Grampo de Ouro ficou com Bulldogma, o Grampo de Prata com Você é Um Babaca, Bernardo e o Grampo de Bronze com Desconstruindo Una. Você confere aqui as listas individuais de cada um dos nossos jurados convidados;

*Ajudei o Wagner Willian e o Érico Assis na produção da carta pedindo a inclusão da categoria Quadrinhos no Prêmio Jabuti. A presidência da Câmara Brasileira do Livro se mostrou favorável ao pedido e estamos no aguardo dos próximos acontecimento. A repercussão da campanha foi bem massa;

*Eu, o Jairo e o André gravamos mais duas edições do Escafandro: uma reclamando dos filmes novos de Guerra nas Estrelas e no outro listando alguns blockbusters que gostamos;

*Uma entrevista minha com o Jão sobre a Parafuso #0 virou matéria na edição de janeiro da Rolling Stone. Você lê a íntegra do papo por aqui;

*O Rafael Coutinho revelou a capa de Mensur;

*O Juscelino Neco é o autor da excelente Cadeado, 10ª HQ da coleção Ugrito;

*E o Adrian Tomine produziu pra New Yorker uma ilustração inspirada em Paterson, filme estrelado pelo Adam Driver e dirigido pelo Jim Jarmusch.

>>Veja o que rolou no Vitralizado #51 – 12.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #50 – 11.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #49 – 10.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #48 – 09.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #47 – 08.2016;
>>Veja o que rolou no Vitralizado #46 – 07.2016.

Cinema / HQ / Séries

Vitralizado #51 – 12.2016

Aê! Vamos lá: o primeiro post de 2017, com o sumário referente ao último mês de 2016 do Vitralizado. Encerrei dezembro com exatas 75 atualizações, recorde por aqui. Achei que seria mais tranquilo em seguida à agitação do dezembro da Comic Con Experience, mas nada disso. Adiantei as coisas e fechei a lista com as minhas leituras preferidas de quadrinhos dos últimos 12 meses. Janeiro promete e não queria nada acumulado. Amanhã ou depois entram por aqui três listas com os melhores do ano passado: uma geral, outra só com gibis nacionais e uma terceira com títulos de fora lançados em português. [post atualizado! mudança ligeira de planos: deixo a minha lista de melhores de 2016 mais pra frente, pra não ser spoiler do Grampo que tá vindo aí 😉 ] Enquanto isso, segue o meu relatório do que rolou de mais legal 51º mês de vida do site:

*Fiz um balanço sobre o 2016 do blog e listei as 76 publicações do ano passado que mais chamaram a minha atenção na Retrospectiva Vitralizado 2016;

*Escrevi pro UOL sobre Os Últimos Dias de Pompeo, quadrinho de autoria do italiano Andrea Pazienza lançado no Brasil pela Veneta;

*Participei da terceira edição do Escafandro, podcast dos meus amigos Jairo Rodrigues e André Graciotti;

*Comentei por aqui sobre a chegada no YouTube do Vozes e Traços, documentário bem massa sobre a cena brasileira de quadrinhos;

*O Box Brown anunciou o título e o tema de seu próximo álbum. Is This For Real? é uma biografia do ator e comediante Andy Kaufman;

*O João Pinheiro também deu uma prévia de sua próxima HQ. O gibi por enquanto está sendo chamado de Lacrimosa;

>>Veja o o que rolou no Vitralizado #50 – 11.2016;
>>Veja o o que rolou no Vitralizado #49 – 10.2016;
>>Veja o o que rolou no Vitralizado #48 – 09.2016;
>>Veja o o que rolou no Vitralizado #47 – 08.2016;
>>Veja o o que rolou no Vitralizado #46 – 07.2016.

Cinema / HQ / Séries

Vitralizado: 4 anos!

Hoje o Vitralizado completa quatro anos de existência. Já me perguntei constantemente sobre o propósito do blog e qual a razão de ser disso aqui. De uns tempos pra cá deixei essas questões existenciais meio de lado, tenho tentado apenas me divertir e nunca curti tanto o que produzo e publico. O blog é um projeto em paralelo aos “trabalhos que pagam as contas”. Não escrevo metade do que gostaria de ter tempo para escrever, não entrevisto um décimo das pessoas com quem gostaria de conversar, mas aceitei que é o que dá pra fazer no momento. E tô bem feliz dentro dessas possibilidades.

Volta e meia paro pra mexer ali nos arquivos e ainda me surpreendo com o acervo de matérias e entrevistas que reuni. É muita gente foda, ídolos mesmo, um pessoal que há pouco mais de quatro anos não imaginava que teria a oportunidade de conhecer. É aí que toda a trabalheira e emoção de correr atrás desse conteúdo mais vale a pena.

São 1750 posts, média de uns 36 por mês, mais de um por dia. Não gosto do Facebook, mas hoje são 2503 likes sem jamais ter investido um centavo por lá, em 99% das vezes só colando o link e dando o fora. Acho tudo isso coisa pra caramba pra uma empreitada de um homem só. Aliás, recentemente o site também ganhou vida offline, né? Nos meses de maio e junho de 2016 organizei a primeira edição do curso Os Ciclos Produtivos das HQs Brasileiras – e agora estão abertas as inscrições pro segundo volume, que começa dia 22/10. Quarta agora (5/8) rola o primeiro encontro da segunda turma do Clube de Leitura Ugra & Vitralizado – enquanto a primeira tá indo pra terceira reunião.

E putz, ainda tá cedo, mas dia desses terei boas novas sobre o projeto relacionado ao Vitralizado do qual tenho mais expectativas. Uma investida impressa e virtual, com a participação de pessoas que admiro bastante, e que gosto de acreditar que será marcante para o 5º ano do blog. Daqui a pouco conto mais.

Enfim, parabéns pra gente, brigadão pela leitura e vida que segue! 🙂

Ramon